INAN – As 100 empresas mais sustentáveis do mundo em 2018

As 100 empresas mais sustentáveis do mundo em 2018

size_960_16_9_natura-germano-luders-casa-natura-treinamento-ok

São Paulo – A Corporate Knights, publicação canadense especializada em responsabilidade social e desenvolvimento sustentável, divulgou neste mês sua tradicional lista The Global 100, que contempla as 100 empresas com as melhores práticas de sustentabilidade corporativa no mundo.

O levantamento foi criado em 2005 e é anunciado, anualmente, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos. A publicação seleciona empresas de todos os setores com base indicadores como energia, emissões de carbono, consumo de água, resíduos sólidos, capacidade de inovação, pagamentos de impostos, a relação entre o salário médio do trabalhador e o do CEO, planos de previdência corporativos e o percentual de mulheres na gestão.

Nesta nova edição, pesos diferentes foram dados para os indicadores dependendo da área de atuação da empresa. Por exemplo, o indicador energia teve um peso maior na avaliação de uma empresa do setor energético, de forma a mensurar o impacto da companhia na sua área de atuação.

Outro ponto novo que passou a ser considerado na análise é o percentual de novos investimentos que as empresas estão alocando em projetos sustentáveis, como investimento em fontes menos poluentes e o desenvolvimento de produtos mais verdes.

Cinco companhias brasileiras integram a nova edição do ranking, um aumento em relação ao ano passado quando apenas duas figuravam no levantamento: a Natura, que ocupa a 14ª posição, a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG (em 18º); Banco do Brasil (49º); Engie Brasil Energia (52º) e Banco Santander Brasil (76º).

A publicação observa com entusiasmo o progresso das empresas na seara ambiental. “O ritmo das mudanças está acelerando a favor de um futuro com baixo teor de carbono”, avalia.

Líderes de  2018

A Dassault Systèmes, empresa francesa de software é a líder do ranking, vindo da 11ª posição no ano passado. Segundo a publicação, suas tecnologias digitais têm ajudado as empresas e os governos na adoção de energias renováveis, novas formas de mobilidade sustentável e na criação de cidades mais inteligentes.

Seguindo de perto, a empresa Neste Oil da Finlândia, especializada em refinação e comercialização de petróleo, começou a direcionar mais de 90% de seus novos investimentos em materiais renováveis e biocombustíveis. A publicação destaca que quase um quarto das receitas da empresa atualmente é derivado da “receita verde”.

Em terceiro lugar, outra francesa, a fabricante de peças automotivas Valeo está determinada em ajudar as montadoras a reduzir as emissões de carbono. Confira abaixo o ranking completo das 100 empresas mais sustentáveis segundo a Corporate Knights.

Ranking Empresa País Área/Indústria Desempenho
1 Dassault Systemes França Software 86,10%
2 Neste Finlândia Petróleo, Gás e Combustíveis 85,20%
3 Valeo França Componentes e sistemas automotivos 83,60%
4 Ucb Bélgica Farmacêutica 79,50%
5 Oututec Finlândia Construção e Engenharia 78,30%
6 Amundi França Mercado de Capitais 77,80%
7 Cisco Systems Estados Unidos Equipamentos de comunicação 77,00%
8 Autodesk Estados Unidos Software 76,90%
9 Siemens Alemanha Conglomerados industriais 76,70%
10 Samsung SDI Coreia do Sul Equipamentos eletrônicos 75,80%
11 Aereal Bank Alemanha Hipotecas e poupança 75,40%
12 Enbridge Canada Petróleo, Gás e Combustíveis 74,90%
13 Merck Estados Unidos Farmacêutica 74,30%
14 Natura Brasil Produtos de uso pessoal 74,10%
15 Pearson Reino Unido Mídia 73,90%
16 Amadeus IT Group Espanha Serviços de TI 73,20%
17 Bayerische Motoren Werke Alemanha Automóveis 73,20%
18 Companhia Energética de Minas Gerais CEMIG Brasil Utilidades Elétricas 73,00%
19 Koninklijke Philips Holanda Conglomerados industriais 72,50%
20 Allergan Estados Unidos Farmacêutica 72,20%
21 Honda Motor CO Japão Automóveis 71,90%
22 Sanofi AS França Farmacêutica 71,90%
23 McCormick Estados Unidos Produtos alimentícios 71,50%
24 Commonwealth Bank of Australia Austrália Bancos 71,50%
25 Vivendi França Mídia 71,10%
26 Intel Estados Unidos Equipamentos e semicondutores 71,10%
27 Itron Estados Unidos Equipamentos elétricos e componentes 71,10%
28 Telefonaktiebolaget LM Ericsson Suécia Equipamentos de comunicação 70,80%
29 Halma Reino Unido Equipamentos, instrumentos e componentes 70,70%
30 Deutsche Borse Alemanha Mercado de Capitais 70,60%
31 Kesko Finlândia Varejo de alimento 70,20%
32 Television Francaise 1 França Mídia 69,90%
33 bioMerieux França Equipamentos de saúde 69,80%
34 AstraZeneca Reino Unido Farmacêutica 69,70%
35 Nokia Finlândia Equipamentos de comunicação 69,60%
36 BNP Paribas França Bancos 69,40%
37 Eli Lily Estados Unidos Farmacêutica 69,30%
38 Storebrand Noruega Seguros 68,80%
39 ABB Suíça Equipamentos elétricos 68,10%
40 Svenska Cellulosa Aktiebolaget * Suécia Produtos de uso doméstico 68,00%
41 Intesa Sanpaolo Itália Bancos 68,00%
42 Analog Devices Estados Unidos Equipamentos semicondutores 67,60%
43 Applied Materials Estados Unidos Equipamentos semicondutores 67,40%
44 Takeda Farmacêutica Japão Farmacêutica 67,40%
45 Schneider Electric França Equipamentos elétricos 67,00%
46 Shinhan Financial Group Coreia do Sul Bancos 67%
47 Kering França Têxtil e luxo 66,80%
48 Ingersoll-Rand Estados Unidos Maquinaria 66,70%
49 Banco do Brasil Brasil Bancos 66,60%
50 Nestle Suíça Produtos alimentícios 66,60%
51 Legrand França Equipamentos elétricos 66,50%
52 Engie Brasil Energia Brasil Produção de energia 66,40%
53 GlaxoSmithKline Reino Unido Farmacêutica 66,30%
54 ING Groep Holanda Bancos 65,90%
55 Sekisui Chemical Japão Bens de consumo domésticos 65,60%
56 Acciona Espanha Utilidades Elétricas 65,60%
57 H & M Hennes & Mauritz Suécia Varejo especial 65,10%
58 Aberdeen Asset Management Reino Unido Mercado de Capitais 64,50%
59 NVIDIA Estados Unidos Equipamentos semicondutores 64,40%
60 Daimler Alemanha Automóveis 64,20%
61 Diageo Reino Unido Bebidas 64,20%
62 BT Group Reino Unido Serviços de Telecomunicações 64,00%
63 Singapore Telecommunications Limited Singapura Serviços de Telecomunicações 61,70%
64 Novartis Suíça Farmacêutica 63,70%
65 Sandvik Suécia Maquinaria 63,40%
66 Chr. Hansen Dinamarca Química 63,30%
67 Coca-Cola European Partners Reino Unido Bebidas 63,20%
68 Nissan Motor Co Japão Automóveis 63,10%
69 Texas Instruments Estados Unidos Equipamentos semicondutores 63,00%
70 Orsted Dinamarca Utilidades Elétricas 63,00%
71 Allianz Alemanha Seguros 62,70%
72 Lenovo Group China Tecnologia 62,60%
73 Telus Canadá Serviços de Telecomunicações 62,50%
74 Taiwan Semiconductor Manufacturing Taiwan Equipamentos semicondutores 62,30%
75 MetLife Estados Unidos Seguros 62,00%
76 Banco Santander Brasil Brasil Bancos 61,90%
77 HP Estados Unidos Tecnologia 61,80%
78 Sun Life Financial Canadá Seguros 61,50%
79 Hewlett Packard Enterprise Estados Unidos Tecnologia 61,50%
80 National Australia Bank Australia Bancos 61,30%
81 General Electric Estados Unidos Conglomerados industriais 60,90%
82 Verbund Austria Utilidades Elétricas 60,90%
83 Akzo Nobel Holanda Química 60,70%
84 L´Óreal França Produtos de uso pessoal 60,70%
85 AXA França Seguros 60,60%
86 Nordea Bank Suécia Bancos 60,50%
87 Orkla Noruega Produtos alimentícios 60,40%
88 Wartsila Finlândia Maquinaria 60,10%
89 Canadian Imperial Bank of Commerce Canadá Bancos 60,00%
90 Renault França Automóveis 59,70%
91 Syngenta Suíça Química 59,70%
92 Johnson & Johnson Estados Unidos Farmacêutica 59,60%
93 Posco Coreia do Sul Metais e Mineração 59,50%
94 Suez França Multiutilidades 59,30%
95 Umicore Bélgica Química 59,20%
96 Vestas Wind Systems Bélgica Equipamentos elétricos 58,30%
97 SSE Reino Unido Utilidades Elétricas 56,80%
98 Capital Land Singapura Gestão Imobiliária e Incorporação 55,10%
99 Derwent London Reino Unido Sociedades de Investimento Imobiliário 54,30%
100 City Developments Singapura

* A Svenska Cellulosa Aktiebolaget foi dividida em duas novas empresas em 15 de junho de 2017, denominadas SCA e Essity.

Sobre o Autor

Envie-me um e-mail:

Deixe um comentário

  • Traduzir »